Venezuela prende prefeito da cidade de San Cristóbal

O prefeito opositor da cidade de San Cristóbal, na Venezuela, foi preso por agentes do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin). A cidade é o epicentro dos violentos protestos contrários ao governo de Nicolás Maduro.

AE, Agência Estado

20 de março de 2014 | 00h28

Com isso, o prefeito Daniel Ceballos se torna o segundo líder da oposição a ser preso desde a intensificação dos protestos no mês passado. Antes dele, Leopoldo López, líder do partido Vontade Popular, o mesmo de Ceballos, foi preso em 18 de fevereiro.

O ministro de Relações Interiores, Miguel Rodríguez Torres, confirmou a detenção do prefeito em Caracas, onde Ceballos participou de uma reunião com prefeitos da oposição durante a manhã. A prisão ocorreu no hotel em que estava hospedado e ele foi levado à sede do serviço de inteligência.

Torres esclareceu em entrevista telefônica difundida pela rede estatal Venezolana de Televisión que a ordem de captura teve como base alegados crimes de "rebelião civil e conspiração".

"Esse é um ato de justiça contra um prefeito que não somente deixou de cumprir as obrigações que se impõem pela lei e pela constituição, mas que também facilitou e apoiou toda a violência irracional que há em toda a San Cristóbal", afirmou Torres. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaprefeitoprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.