Venezuela prende suposto 'mercenário' vindo dos EUA

Um cidadão americano foi detido pelas autoridades venezuelanas por supostamente tentar entrar no país sul-americano ilegalmente, disse o presidente Hugo Chávez na noite de quinta-feira. O líder venezuelano acrescentou que o homem não identificado parece ser suspeito e uma espécie de "mercenário". Chávez não revelou o nome do homem detido, mas disse que ele é de "origem latina" e foi preso "quatro ou cinco dias atrás" quando estava entrando na Venezuela pela Colômbia, na fronteira com o Estado de Táchira (localizado ao oeste venezuelano).

Agência Estado

10 de agosto de 2012 | 02h46

O suspeito carregava um "notebook com coordenadas" e tentou destruir o equipamento ao ser capturado, disse Chávez. Além disso, afirmou o presidente, portava passaporte com carimbos de vários países, incluindo Iraque, Afeganistão e Líbia, obtidos nos últimos anos. "Ele tem toda a aparência de ser um mercenário. Nós estamos o interrogando", afirmou Chávez. Nenhuma autoridade americana se manifestou sobre o caso. (Dow Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaprisãomercenário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.