Venezuela terá eleições parlamentares em 6 de dezembro

Venezuela terá eleições parlamentares em 6 de dezembro

Oposição diz que processo será fraudado em favor do Partido Socialista; 'venezuelanos não participarão de uma farsa', disse Guaidó

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2020 | 20h01

CARACAS - A Venezuela elegerá um novo Parlamento em 6 de dezembro, informou o conselho eleitoral do país nesta quarta-feira, 1º, estabelecendo oficialmente uma data para uma eleição que a oposição diz ser fraudada em favor do Partido Socialista.

A oposição controla o Parlamento desde 2016, e o atual chefe legislativo Juan Guaidó foi reconhecido por dezenas de países como presidente da Venezuela após a disputada reeleição do presidente Nicolás Maduro em 2018.

As eleições foram anunciadas pela presidente do conselho eleitoral, Indira Alfonzo, em uma transmissão na televisão. 

A oposição se recusou a reconhecer as decisões do conselho eleitoral recentemente nomeado, alegando que ele foi ilegalmente designado pelo tribunal supremo do governo.

"Os venezuelanos não participarão de uma farsa, como em maio de 2018", escreveu Guaidó no Twitter, referindo-se à reeleição de Maduro que foi amplamente boicotada pela oposição. "Escolhemos viver com dignidade e democracia."

Os críticos de Maduro também observam que o tribunal superior interveio na liderança dos principais partidos da oposição, colocando-os nas mãos de membros do partido que foram expulsos por acusações de que eram aliados-sombra dos socialistas no poder. /Reuters

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.