EFE
EFE

Venezuela troca ministro de Relações Exteriores

Segundo Maduro, Ramírez também será o representante da Venezuela no assento rotativo que o país conquistou recentemente no Conselho de Segurança da ONU

O Estado de S. Paulo

27 de dezembro de 2014 | 15h33

Caracas, 27/12/2014 - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tirou o ministro de Relações Exteriores, Rafael Ramírez, do cargo e o nomeou embaixador do país nos Estados Unidos. Agora, a chancelaria será assumida por Delcy Rodríguez, advogado e ex-ministro da Informação.

Muitos analistas veem a transferência de Ramírez para Washington como um rebaixamento, já que ele chefiou o setor de petróleo por mais de uma década e sempre foi visto como um dos principais conselheiros econômicos do presidente. Mesmo com a mudança de cargos nos últimos anos, ele se manteve como representante da Venezuela na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Não está claro agora se continuará no posto.

Segundo Maduro, Ramírez também será o representante da Venezuela no assento rotativo que o país conquistou recentemente no Conselho de Segurança da ONU. "Nós acreditamos em um mundo multipolar e multicêntrico, e do assento no Conselho de Segurança nós vamos lutar por um novo mundo no século XXI", escreveu o presidente venezuelano na sua página na rede de microblogs Twitter.

Ramírez, engenheiro mecânico de formação, defendia cortes nos pesados subsídios do governo para os combustíveis e uma simplificação do sistema de câmbio, áreas que custam bilhões de dólares por ano aos cofres públicos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.