Venezuela vai taxar terras agrícolas improdutivas

O governo da Venezuela vai começar a taxar terras agrícolas improdutivas a partir de abril, como parte dos planos do presidente Hugo Chávez de reforma agrária. O novo imposto terá efeito assim que os membros do Serviço Nacional Integrado de Administração Aduaneira e Tributária (Seniat), a Receita Federal venezuelana, tiverem organizado todas as diretrizes necessárias.O novo imposto visa forçar os proprietários de terras a produzir, como parte da lei da terra controversa de Chávez. As regras estipulam que aqueles que possuem grandes porções de terra devem se engajar em algum tipo de programa de produção sancionado pelo Estado, ou pagar os impostos e até possivelmente sofrer expropriação. "Nós ainda não temos a taxa porcentual para o imposto", disse o superintendente do Seniat, José Vielma Mora. Ele deixou claro, no entanto, que o governo vai cobrar agressivamente daqueles proprietários que se recusarem a manter suas terras produtivas.Vielma disse ainda que sua equipe também está trabalhando na criação de leis de impostos que Chávez deve revisar e aprovar assim que ele receber os poderes presidenciais especiais do Congresso nos próximos dias, conforme já foi anunciado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.