EFE/Cristian Hernández
EFE/Cristian Hernández

Venezuela venderá 15 toneladas de ouro para os Emirados Árabes

Segundo funcionário de alto escalão, medida seria uma tentativa do país de se manter financeiramente solvente.

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2019 | 23h10

CARACAS  - A Venezuela venderá 15 toneladas de ouro dos cofres dos bancos centrais para os Emirados Árabes Unidos nos próximos dias, em troca por euros em dinheiro, disse um funcionário de alto escalão com conhecimento do plano, em uma tentativa do país de se manter financeiramente solvente.

A venda de reservas de ouro que sustentam a moeda local, o bolívar, começou em 26 de janeiro com um carregamento de 3 toneladas, disse o funcionário, e segue a exportação no ano passado de US$ 900 milhões em ouro não refinado para a Turquia e os Emirados Árabes Unidos.

Sem oferecer provas, o  deputado José Guerra afirmou nesta semana que o Boeing 777 da Rússia que pousou em Caracas chegou para levar 20 toneladas de ouro dos cofres do Banco Central da Venezuela.

 Além disso, uma pessoa com conhecimento direto do assunto confirmou que 20 toneladas de ouro haviam sido reservadas para serem embarcadas. Valor total: US$ 8,8 bilhões, 20% dos ativos do metal na Venezuela. A chegada a Caracas do avião russo vazio na segunda-feira provocou uma série de especulações. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.