Venezuelanos iniciam caminhada de oposição a Chávez

Milhares de opositores venezuelanos reunidos em diferentes pontos de Caracas iniciaram neste sábado a chamada "caminhada pelos 26 milhões (de venezuelanos)" em apoio ao candidato de oposição à Presidência, Manuel Rosales. Rosales, de 54 anos, é governador do estado ocidental e petroleiro de Zulia. Ele se uniu à caminhada no bairro de San Martín, região oeste de Caracas, com o objetivo de caminhar "de ponta a ponta" da cidade, em um trajeto de 26 quilômetros até a região de Petare, no leste da capital da Venezuela, onde Rosales deve fazer um discurso. Com mensagens de apoio a Rosales e bandeiras venezuelanas, os oposicionistas do presidente Hugo Chávez se concentraram desde o início da manhã deste sábado em vários pontos da capital para começarem a caminhada. A calma e o entusiasmo marcaram as mobilizações, que foram acompanhadas da Policia Metropolitana (PM) de Caracas, a principal da capital e o oitavo corpo armado do país. No trajeto, de mais de 20 quilômetros, participaram líderes de muitas das 41 organizações e partidos políticos que apóiam o candidato da oposição ao governo Chávez. Todas as pesquisas eleitorais mostram Rosales em segundo lugar nas intenções de voto - ele teria de 15% a 30% do eleitorado. O presidente Hugo Chávez, candidato à reeleição, aparece com 45% a 62% das intenções. Cerca de 16 milhões de venezuelanos vão às urnas no próximo dia 3 de dezembro para escolher o presidente que vai governar o país entre os anos de 2007 e 2013.

Agencia Estado,

04 Novembro 2006 | 14h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.