Veredicto contra Libby deve ser respeitado, diz Bush

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse nesta quarta-feira, 7, que o veredicto imposto contra Lewis "Scooter" Libby deve ser respeitado, mas acrescentou que lamenta pelo que aconteceu ao ex-assessor do governo e a sua família."Foi um longo processo a respeito de um assunto sério, e um júri o condenou. Temos de respeitar tal condenação", disse Bush à CNN em espanhol.Libby, que foi chefe de gabinete do vice-presidente Dick Cheney e conselheiro do presidente, foi considerado culpado por perjúrio e obstrução da justiça num processo relativo ao vazamento da identidade de uma agente da CIA, casada com um diplomata que fora contrário a guerra do Iraque.Advogados de Libby disseram que vão pedir um novo julgamento ou, se não for possível, recorrerão da condenação.Bush disse que não faria mais comentários sobre o caso porque ele ainda está em curso. "Em um nível pessoal, fiquei triste. Fiquei triste por um homem que trabalhou no meu governo, particularmente triste por sua família."A Casa Branca não descarta nem confirma a possibilidade de Bush usar seu direito constitucional de perdoar Libby.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.