Veredicto divide candidatos

O veredicto de Salim Ahmed Hamdan, dividiu os candidatos à presidência dos EUA. O republicano John McCain disse que a decisão mostrou que o sistema funciona. "Esse processo demonstrou que comissões militares podem levar terroristas à Justiça. O fato de Hamdan não ter sido considerado culpado em todas as acusações demonstra que o júri pesou as evidências com cuidado." O republicano lembrou que ele apoiou a criação de tribunais militares, enquanto seu rival, Barack Obama, foi contra. O democrata disse que o fato de ter passado tanto tempo desde o 11 de Setembro para se chegar a um veredicto sobre o terrorismo mostra como o sistema legal do governo americano "tem falhas perigosas". Obama disse ser importante condenar quem apóia o terrorismo, "mas passamos da época de capturar Bin Laden e os que mataram 3 mil americanos". Os dois candidatos, porém, prometem fechar a prisão caso sejam eleitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.