Viagem de Bento XVI à América Latina será pela 'esperança', diz porta-voz do Vaticano

Padre Federico Lombardi prevê 'reconciliação' em visita do Papa ao México e a Cuba

Ansa,

17 de março de 2012 | 16h27

CIDADE DO VATICANO - O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, classificou hoje a visita do papa Bento XVI ao México e a Cuba, que acontece neste mês, como "uma viagem pela esperança", em um editorial para o semanário informativo do Centro Televiso do Vaticano.

"Para a esperança dos mexicanos, povo de imensos recursos e possibilidade, mas preocupado com problemas gravíssimos que pesam sobre seu presente e seu futuro, a começar com uma violência dramática", declarou Lombardi.

O porta-voz também afirmou que a viagem também acontece "pela esperança dos cubanos que se sentem no limiar de uma possível nova era, nas quais as proféticas palavras de João Paulo II sobre a abertura recíproca de Cuba e do mundo se tornarão realidade em um clima de desenvolvimento, liberdade e reconciliação".

Por fim, ele disse que a visita ainda traz "esperança para a América Latina inteira com uma Igreja empenhada na 'missão continental', iniciada na Assembleia de Aparecida, de querer continuar a dar sua contribuição inspiradora para o caminho do continente porque os valores humanos e cristãos asseguram um desenvolvimento integral das pessoas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.