'VIAGEM MOSTRA QUE ABERTURA EM CUBA JÁ COMEÇOU'

Simpatizantes de Yoani Sánchez no Brasil, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e o ex-ministro da Justiça José Gregori (PSDB) afirmaram ontem que a vinda da blogueira ao País demonstra que está em andamento uma "abertura" do governo de Havana. Ambos estiveram no auditório do Grupo Estado, onde a ativista cubana foi entrevistada na manhã de ontem.

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2013 | 02h03

Na opinião do senador petista, que se encontrou com a blogueira em Feira de Santana (BA) e Brasília esta semana, a viagem de Yoani ao exterior poderá fazer com que os Estados Unidos aliviem o embargo a Cuba, que dura mais de 50 anos.

Suplicy lembrou que o presidente americano, Barack Obama, e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton sugeriram que, se sinais de "maior liberdade" fossem dados pelo governo de Raúl Castro - que tem aplicado mudanças socioeconômicas na ilha -, o bloqueio econômico poderia ser repensado por Washington.

"Considero a vinda de Yoani Sánchez ao Brasil muito importante e significativa. Os grupos que têm se manifestado (contra a blogueira e a favor do regime cubano) incorreram em um erro muito grande, porque ela luta contra o embargo e poderá até pedir pessoalmente ao presidente Obama que leve a proposta ao Congresso americano", disse o senador, afirmando que, entre a noite da segunda-feira e a madrugada seguinte, após a blogueira enfrentar um violento protesto em Feira de Santana, conversou com Yoani sobre o assunto, aconselhando a ativista a fazer a proposta para o líder americano.

Elegância. Na opinião do ex-ministro tucano, a saída da blogueira "prova que a abertura dialética de Cuba já começou". "E isso, quando começa, ninguém segura", disse Gregori, lembrando dos últimos anos da ditadura militar brasileira. "Yoani me impressionou positivamente, do ponto de vista da inteligência e da eloquência", disse.

"Ela foi muito clara e objetiva. Fez uma crítica muito severa à posição do Brasil diante das violações dos direitos humanos na ilha. Mas manteve a elegância o tempo todo", disse o jornalista Sandro Vaia, autor do livro Ilha Roubada, do qual a blogueira cubana é personagem. / G.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.