Vice de Kerry pedirá que EUA rejeitem "política odiosa"

O senador John Edwards, colega de chapa de John Kerry na disputa pela presidência dos Estados Unidos, pedirá aos americanos que ?rejeitem a política cansada, velha, odiosa e negativa do passado? no discurso que fará na Convenção Nacional do Partido Democrata, previsto para as 23h25 desta noite (horário de Brasília). Edwards acusará o Partido Republicano, do presidente Bush, de ?arrastar esta campanha para o mais alto cargo pela mais baixa estrada?. Edwards, que disputou com Kerry o direito de ser cabeça de chapa nas primárias democratas, não mencionará Bush ou seu vice, Dick Cheney, no discurso, dizem os democratas. Mas, em trechos da fala obtidos pela Associated Press, ele não fará segredo de suas diferenças com a chapa concorrente, e tentará elevar Kerry acima das críticas de que não está pronto para ser comandante-em-chefe das forças armadas.Como inúmeros oradores na convenção, Edwards citará o serviço de Kerry no Vietnã como evidência do preparo do candidato. O vice lembrará que os companheiros de John Kerry na guerra ?viram-no tirar um de seus homens do rio e salvar-lhe a vida. No calor da batalha, viram-no decidir instantaneamente dar a volta no barco e avançar através da posição do inimigo para salvar sua tripulação?.Os soldados americanos feridos no Iraque ?merecem um presidente que saiba, da maneira mais pessoal, o que passaram?, dirá Edwards. Kerry foi condecorado três vezes por ferimento sofrido em combate.

Agencia Estado,

28 de julho de 2004 | 17h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.