Vice do Egito se diz comprometido com transferência de poderes

O vice-presidente do Egito, Omar Suleiman, disse na quinta-feira que está comprometido em fazer todo o que for possível para garantir uma transferência pacífica de poderes.

REUTERS

10 de fevereiro de 2011 | 19h59

Ele fez as declarações minutos depois que o presidente do país, Hosni Mubarak, no cargo há 30 anos e pressionado a renunciar, concedeu a ele poderes presidenciais. Mubarak, no entanto, disse que não deixará o Egito.

Suleiman afirmou que estava comprometido a atender as demandas do povo por meio do diálogo que, segundo ele, já começou.

O vice-presidente acrescentou que os egípcios não serão arrastados ao caos nem serão usados como instrumentos para sabotagem. Segundo ele, o Exército protegeu a "revolução da juventude".

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOVICEFALA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.