Vice-governador e mais cinco morrem em ataque no Iêmen

O atentado ocorreu quando a comitiva viajava em uma fazenda, a nordeste da capital Sana

Efe

25 Maio 2010 | 06h04

O vice-governador da província iemenita de Marib e cinco de seus guarda-costas morreram nesta terça-feira em um bombardeio aéreo do Exército do Iêmen, cujo alvo era um importante dirigente da Al-Qaeda, segundo fontes tribais.

 

As fontes, que pediram anonimato, explicaram que o vice-governador, Jaber Shabwani, foi morto quando viajava em um veículo em uma fazenda situada na zona de Wadi Aziza, ao nordeste de Sana.

 

Shabwa visitava a fazenda, propriedade de um dirigente da Al-Qaeda na região, identificado como Mohammed Said Yaradan, para negociar com este suposto terrorista, que saiu ileso do bombardeio.

 

Em resposta à morte de Shabwa, membros da tribo de Abida, à qual pertencia o político, atacaram vários postos de controle do Exército iemenita e queimaram três postos de gasolina na cidade de Marib, capital da província de mesmo nome.

 

Segundo testemunhas, o grupo também atacou o palácio presidencial de Marib com bombas e metralhadoras, e houve confronto entre os membros tribais e as forças de segurança.

Mais conteúdo sobre:
atentado Iêmen Sana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.