Vice-ministro escapa de atentado no Japão

Um grupo denominado Kokuzoku Seibatsutai (Corpo de Voluntários Contra Traidores), tentou explodir a casa do vice-chanceler Hitoshi Tanaka, em Tóquio. Avisada por um telefonema, a polícia retirou Tanaka da residência, enquanto especialistas em explosivos descobriam, na garagem, um cilindro de aço, com baterias e cabos. "Achamos que é uma bomba de fabricação caseira", disse um técnico. Tanaka teve importante papel nas negociações com a Coréia do Norte, que culminaram com a visita do primeiro-ministro Junichiro Koizumi a Pyongyang em 2002.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2003 | 17h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.