Vice-ministro ferido e cinco mortos em atentado no Iraque

O vice-ministro iraquiano do Interior ficou ferido e pelo menos cinco pessoas morreram na explosão de um carro bomba, neste sábado, em frente à residência do funcionário, confirmaram as autoridades do país. Quatro das vítimas eram policiais. A explosão jogou um dos veículos no jardim da residência e a polícia fez disparos para dispersar as pessoas que se aglomeraram no local. O vice-ministro Abdul-Jabbar Youssef al-Sheikhli ficou levemente ferido no peito e no braço direito, segundo Hassan Hadi, funcionário do Ministúrio da Saúde. ?Ele deve ter alta hospitalar em breve?, acrescentou. Al-Sheikhli é membro do Partido Dawa, uma organização xiita a que pertencia também o presidente do Conselho de Governo do Iraque, Izzadine Salem, assassinado segunda-feira em um atentado similar, que matou mais seis pessoas. Também hoje, o exército norte-americano anunciou a morte de um soldado e ferimentos em mais três, ao serem atacadas no veículo que viajava para o sul da Bagdá. Morreu ainda um fuzileiro naval, mas num acidente não relacionado com as hostilidades. Segundo as fontes militares, o soldado morreu quando o veículo foi atingido por ?um artefato explosivo improvisado, em Mahmoudiyah, a 30 quilômetros ao sul de Bagdá. Ao mesmo tempo, em Najaf, recomeçaram os combates entre forças americanas e a milícia do clérigo xiita Muktada al-Sadr, perto da sede central de polícia e gabinete do governador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.