Vice-presidente diz que não haverá sucessão em Cuba

O vice-presidente cubano, Carlos Lage, afirmou nesta sexta-feira que em Cuba não haverá sucessão, mas continuidade, e não haverá divisão interna após a morte de Fidel Castro. O ditador cubano afastou-se do cargo em julho, para fazer uma cirurgia no estômago, possivelmente em virtude de um câncer.No encerramento de um evento em homenagem aos 80 anos de Fidel Castro, organizado esta semana em Havana pela fundação Guaysamín, Lage disse que "não seria possível outro Fidel" e que "ninguém o imitará"."Muitos seguirão Fidel, não haverá divisão entre os revolucionários cubanos", assinalou o vice-presidente, convencido de que "o socialismo em Cuba é irreversível"."Quando Fidel não estiver estará sua obra, suas idéas, estará seu exemplo e nós sabemos que esse compromisso é o melhor presente de aniversário que podemos dar-lhe hoje todos os que o admiramos e queremos", afirmou o vice cubano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.