Vice-primeira-ministra renuncia na Macedônia

A influente vice-primeira-ministra da Macedônia renunciou nesta sexta-feira, afirmando que o primeiro-ministro, de tendência radical, fracassou em apoiar a implementação do plano de paz neste problemático Estado balcânico. Dosta Dimovska afirmou em sua declaração de renúncia que o primeiro-ministro Ljubco Georgievski minimizou e ridicularizou seu trabalho. A renúncia de Dimovska poderia levar à dissolução do partido governista ao aprofundar as divisões entre os moderados e os radicais, liderados por Georgievski e pelo ministro do Interior, Ljube Boskoski. Também coloca em perigo a implementação do acordo de paz, já ameaçado. Dimovska afirmou que também deixaria de ser a líder do grupo governamental responsável pela implementação do acordo de paz que em agosto pôs fim a uma rebelião de seis meses, lançada por rebeldes étnicos albaneses. A principal tarefa dela naquele grupo era acompanhar a volta das forças governamentais para os vilarejos tomados pelos rebeldes, algo que Georgievski ridicularizou como "teatralo" numa entrevista à televisão na quinta-feira. Georgievski defende medidas mais severas contra os antigos rebeldes, tais como a instalação de postos de controle policial permanentes nos vilarejos em que os rebeldes moram.

Agencia Estado,

18 Janeiro 2002 | 20h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.