Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Vice-primeiro-ministro iraquiano está fora de perigo

O vice-primeiro-ministro iraquiano, Salam al-Zubai, se encontra estável e fora de perigo, depois de ter se ferido ao ser alvo de um atentado suicida nesta sexta-feira, 23, que deixou oito mortos, segundo fontes do partido do político."Zubai se encontra fora de perigo depois de se submeter a uma cirurgia no Hospital Ibn Sina, administrado pelo Exército americano", disse o deputado Zafer al-Aani, um dos dirigentes da Frente do Consenso Iraquiano (FCI).O vice-primeiro-ministro já deixou a unidade de tratamento intensivo. Na operação, foram extraídos resíduos que ficaram presos em um de seus pulmões, acrescentou.Aani revelou que os membros da segurança do vice-primeiro-ministro estão sendo interrogados para se determinar se estão envolvidos no atentado.O brigadeiro iraquiano Kasem al-Musawi, porta-voz do novo plano de segurança para Bagdá, disse que a investigação do ataque inclui os guarda-costas de Zubai.Musawi revelou ainda que o número de mortos no atentado contra o vice-primeiro-ministro subiu de seis para oito.O ataque foi perpetrado por um suicida que entrou numa mesquita de Bagdá, onde detonou os explosivos que levava presos a seu corpo.O vice-primeiro-ministro pertence à FCI, um grupo moderado sunita que conta com 44 deputados no Parlamento de 275 cadeiras.A organização denominada Estado Islâmico do Iraque, vinculada à Al-Qaeda, assumiu a autoria do atentado em comunicado divulgado em um site, segundo a rede de televisão catariana Al Jazira.Namensagem, se qualifica tanto o vice-primeiro-ministro iraquiano como o vice-presidente Tariq al-Hashemi, também sunita, de "colaboradores" dos "ocupantes cruzados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.