Vice-primeiro-ministro sérvio é acusado de espionar para os EUA

A polícia militar iugoslava prendeu o vice-primeiro-ministro sérvio e ex-comandante do Exército, Momcilo Perisic, sob a suspeita de fornecer documentos secretos para um diplomata dos Estados Unidos, afirmou seu assessor nesta sexta-feira. "Perisic foi detido na noite passada pelos serviços militares de segurança", afirmou o assessor Nebojsa Mandic.Uma autoridade do governo iugoslavo, que falou sob a condição de anonimato, afirmou que Perisic foi preso "sob a suspeita de espionagem". Outra pessoa, por ele descrita apenas como um cidadão dos EUA, foi interrogada e liberada, afirmou a autoridade.Confirmando indiretamente o relatório, a embaixada dos Estados Unidos afirmou que irá protestar formalmente contra a detenção de um diplomata, na quinta-feira, pelos serviços de segurança iugoslavos. "Um funcionário da embaixada americana em Belgrado que se encontrava com uma autoridade do governo da Sérvia em um restaurante na noite passada foi detido arbitrariamente e mantido incomunicável por 15 horas", disse uma declaração divulgada pelo porta-voz da embaixada dos EUA, Paul Denig.Perisic, de 58 anos, tem criticado severamente seu sucessor no comando do Exército, general Nebojsa Pavkovic, que comandou as tropas iugoslavas durante a guerra em Kosovo e contra a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em 1999. Pavkovic foi mantido pelo atual presidente iugoslavo, Vojislav Kostunica, quando ele derrotou o ex-presidente Slobodan Milosevic, nas eleições presidenciais 18 meses atrás.Funcionários da embaixada dos EUA se recusaram a fazer comentários, mas fontes militares disseram à Associated Press que Perisic foi supostamente detido enquanto passava para o diplomata documentos secretos do Exército que "poderiam ligar Milosevic com crimes de guerra".Milosevic está sendo julgado pelo tribunal de crimes de guerra da ONU, em virtude de seu suposto papel nas atrocidades cometidas pelas tropas leais a ele em Kosovo, Bósnia e Croácia. A prisão de Perisic pelo serviço militar secreto, conhecido como KOS, pode ser um reflexo de que Milosevic ainda tenha considerável influência entre os comandantes militares de linha dura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.