Vida de repórter da BBC corre perigo com prisão de militantes

Dois integrantes do grupo que seqüestrou Alan Johnston em março são detidos

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 09h53

A vida do correspondente da BBC Alan Johnston, seqüestrado por dois militantes do Jaish al-Islam, da Faixa de Gaza, corre ainda mais perigo. Na noite de sábado, 30, dois membros do grupo foram presos por forças do Hamas, com o objetivo de pressionar o Jaish al-Islam a libertar o jornalista, de acordo com o jornal britânico The Guardian. Alan Johnston, de 44 anos, foi seqüestrado na Cidade de Gaza no dia 12 de março. Ele estava indo para casa quando foi capturado por homens armados. O grupo Jaish al-Islam é um pequeno grupo armado que opera na Faixa de Gaza e que quer a libertação da Palestina e a criação de um Estado Islâmico. É liderado por Mumtaz Dugmush, também conhecido como Abu Muhammad, influenciado pela Al-Qaeda e tido como um dos três grupos suspeitos de manterem preso o soldado israelense Gilad Shalit.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.