Vida de Sharon 'corre perigo', diz diretor de hospital

O diretor do hospital onde o ex-primeiro-ministro de Israel Ariel Sharon está internado disse que seu estado de saúde é grave e sua vida corre perigo. Zeev Rotstein, do hospital Tel Hashomer, declarou nesta quinta-feira que o funcionamento de "vários órgãos essenciais" registrou declínio, mas não explicou o que isso quer dizer.

Agência Estado

02 de janeiro de 2014 | 07h56

Rotstein afirmou, porém, que o estado de saúde de Sharon é "crítico" e que sua "vida corre perigo", mas que os familiares do ex-premiê estão ao seu lado.

Sharon, de 85 anos, está em coma desde janeiro 2006, quando sofreu um grave acidente vascular cerebral (AVC). Uma das figuras mais icônicas e controversas de Israel, o líder de direita foi eleito primeiro-ministro pela primeira vez em 2001. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelAriel Sharonsaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.