Vídeo de policiais usando armas de choque em aborígene causam polêmica na Austrália

Ativistas divulgam imagens de homem levando 13 disparos de 'taser' ao resistir a revista corporal.

BBC Brasil, BBC

05 de outubro de 2010 | 11h42

Imagens divulgadas por ativistas de direitos humanos mostram a polícia de Perth, na Austrália, disparando uma arma de choque contra um homem de origem aborígene 13 vezes.

O vídeo, gravado em 2008, provocou revolta no país e levou o primeiro-ministro do Estado australiano de Nova Gales do Sul a público.

"Foi um caso de uso exagerado de armas de choque injustificável", afirmou Colin Barnett.

Ativistas de direitos humanos vinham pedindo uma revisão do uso de armas de choque no país.

Morte

O assunto voltou à tona nesta terça-feira, quando um homem armado com duas facas morreu depois de ter sido atingido por choques dados por policiais.

O chefe da polícia local disse que um policial descarregou a sua arma de choques à queima-roupa para dominar o homem.

"Caso ele não tivesse sido bem-sucedido, as consequências poderiam ter sido trágicas para outros policiais", afirmou o oficial.

A imprensa afirmou que o homem morreu mesmo após tentativas da polícia e de paramédicos de salvá-lo.

Ativistas de direitos humanos pedem uma revisão do uso de armas de choque no país.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.