Vídeo em que Sarkozy destrata popular vira febre na Internet

Um vídeo em que o presidente francês,Nicolas Sarkozy, aparece dizendo "some daqui" a um populartornou-se um sucesso na Internet. Sarkozy foi filmado por um jornalista do jornal Le Parisiendurante uma visita à feira anual de produtos agropecuários deParis, no sábado. O presidente francês ofereceu sua mão para cumprimentar umhomem, que disse: "Não me toque, você vai me sujar." Emresposta, Sarkozy disse, sem parar de sorrir: "Some daqui,imbecil." O vídeo foi colocado no site do Le Parisien(www.leparisien.fr) no sábado e ao meio-dia de domingo já tinhasido visto por mais de 350 mil pessoas, disse uma representantedo jornal. "Gerou um controvérsia e tanto", disse ela. O vídeo é oprimeiro resultado que surge na tela quando se faz uma buscapor Sarkozy no Dailymotion e no YouTube. Os índices de popularidade de Sarkozy estão em queda livree seu estilo de governo controlador está atraindo cada vez maiscríticas. Em novembro, Sarkozy envolveu-se em um bate-boca compescadores durante protestos contra o aumento de combustíveis.O presidente desafiou os pescadores que o estavam insultando. "Desçam daí e digam na minha cara!" Disse o presidente naocasião. "Não achem que, me insultado, vocês resolverão seusproblemas de pescador." Depois desse incidente, Sarkozy disse que se recusaria areceber insultos e apenas aceitaria um diálogo "com gentecivilizada". François Hollande, líder do Partido Socialista, disse queSarkozy não estava se comportando como um chefe de Estado epediu que ele melhorasse seus modos. "Não dá para se envolver em bate-bocas. Não se pede que umpescador ou um operário explique o que disse, não se entra emuma briga com alguém que não quer apertar sua mão", disseHollande na estação de TV Canal Plus. O porta-voz de Sarkozy, David Martinon, não comentou oincidente. O índice de satisfação com o presidente caiu 9 por cento emum mês, para 38 por cento, de acordo com um estudo do Ifoppublicado no domingo no Le Journal du Dimanche.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.