Vídeo flagra agressão de professor a alunos na Tailândia

Uma gravação feita com telefone celular mostrou o professor de um colégio interno católico na Tailândia agredindo dezenas de alunos com um bastão com um fio de eletricidade enrolado. O professor de artes Somchai Limthanmaporn foi demitido após ter sido divulgado que ele havia batido em pelo menos 40 alunos, segundo Nongkran Prathumtri, uma administradora da Escola Saint Mary, na província de Nakhon Ratchasima. Ela disse que a escola não pretende defender seu ex-funcionário.

AE-AP, Agência Estado

30 de agosto de 2010 | 16h46

A gravação, realizada na semana passada, foi divulgada hoje na televisão da Tailândia. Vários pais de alunos já apresentaram denúncias na polícia contra as punições, aplicadas porque os alunos não teriam limpado seus dormitórios satisfatoriamente. No vídeo, gravado secretamente, o professor bate nas nádegas de seus alunos com o bastão, fazendo pelo menos um deles chorar. "Ele deve ser responsável por seu erro", afirmou Nongkran, em entrevista à emissora TNN. "Não haverá proteção da escola."

O Ministério da Educação da Tailândia proíbe qualquer punição ou tratamento desumano e apenas admite o uso de advertências verbais, suspensões ou a expulsão dos alunos, caso haja comprovação de falhas dos estudantes. Apesar disso, não é incomum que se realizem castigos corporais contra os estudantes no país. Como Somchai não era um professor em tempo integral, ele não pode enfrentar sanções profissionais do Conselho de Professores da Tailândia, informou o jornal Matichon. As ações legais no caso permanecem com a polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.