Vídeo mostra cinco agentes de seguro seqüestrados

A empresa onde trabalham quatro americanos e um austríaco que foram seqüestrados no Iraque afirmou nesta quinta-feira esperar que a divulgação de um vídeo mostrando os homens conduza a negociações com os seqüestradores em torno da sua libertação.Os agentes de seguro contratados pelo Grupo Crescent Security, sediado no Kuweit, falaram brevemente e apareceram sem ferimentos em um vídeo que se acredita ter sido gravado entre 21 e 22 de dezembro, e enviado quarta-feira à agência de notícias Associated Press. "O Grupo Crescent Security agradece às pessoas que mantêm reféns os cinco agentes por eles estarem sendo bem tratados", afirmou a empresa em um comunicado."Somos gratos ao fato de que as pessoas que mantêm os cinco funcionários reféns estão divulgando informações sobre o bem estar dos homens e esperamos que isto seja o início de negociações entre nós e os seqüestradores, a fim de garantir a sua libertação", afirmou a empresa.Os homens foram seqüestrados em 16 de novembro quando supostos milicianos usando uniformes da polícia iraquiana montaram uma armadilha contra um comboio de caminhões escoltados pela Crescent Security em uma estrada próxima à cidade fronteiriça de Safwan, no sul.O porta-voz da embaixada dos EUA, Lou Fintor, disse que o Departamento de Estado estava em contato com as famílias dos reféns americanos, e que a embaixada está trabalhando com as forças lideradas pelos EUA e o governo iraquiano em um esforço para garantir o retorno dos reféns de forma segura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.