Vídeo mostra líder da Al-Qaeda no Iraque matando refém

O líder da Al-Qaeda no Iraque aparece, em um vídeo, como o assassino de um refém turco - fazendo sua primeira aparição desde que assumiu o controle do grupo, em junho - de acordo com nota divulgada, juntamente, com as imagens, pela internet. O material foi publicado online depois que líderes sunitas iraquianos anunciaram que o mês sagrado de ramadã começa nesta sábado. A nota diz que o vídeo é "antigo", mas autenticidade do material não pôde ser verificada. Apenas os sunitas estão observando o Ramadã já neste sábado, uma vez que nem o governo iraquiano e nem a liderança religiosa xiita se manifestaram sobre o assunto. Abu Ayyoub al-Masri, um sunita conhecido também como Abu Hamza al-Muhajer, assumiu a liderança da Al-Qaeda no Iraque depois que Abu Musab al-Zarqawi foi morto num ataque aéreo americano, em 7 de junho. Uma declaração atribuída a al-Masri foi divulgada pouco depois da morte de al-Zarqawi, e no início de setembro um áudio, também atribuído a ele, foi publicado na internet. O vídeo é o primeiro no qual é possível ver o terrorista.Al-Masri é identificado com base na nota que acompanha o vídeo, no qual o extremista aparece ladeado por dois outros, portando armas automáticas e com lenços vermelhos escondendo a face.Os extremistas estão atrás de um homem de camisa marrom, que se mantém em silêncio enquanto o homem identificado como al-Masri lê uma declaração, atacando empresas e indivíduos que cooperam com os militares americanos.O refém, depois, lê uma declaração em turco, traduzida para o árabe em legendas que aparecem no vídeo. Ele se identifica como Murat Yucer, funcionário de uma empresa turca terceirizada para uma firma jordaniana que presta serviços em bases militares dos EUA.Após a "confissão" do refém, Al-Masri dá três tiros na cabeça de Yucer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.