Vídeo mostra racismo em treinamento do Exército alemão

Um vídeo que mostra um instrutor do Exército alemão orientando um soldado a visualizar negros do Bronx (um bairro de Nova York) ao disparar a metralhadora foi exibido por um canal de TV. O vídeo, que se segue ao escândalo provocado por fotografias de soldados alemães posando ao lago de crânios humanos no Afeganistão, deverá levantar mais questões sobre as práticas de treinamento das Forças Armadas alemãs."Não se pode mais falar em casos isolados", disse o tenente Juergen Rose, do Darmstaedter Signal, um grupo de oficiais da ativa e reformados que faz a revisão dos procedimentos militares. "Coisas assim não ocorrem cotidianamente no Exército, mas em anos recentes houve diversos incidentes comparáveis".O Ministério da Defesa diz que o vídeo foi gravado em julho de 2006, numa caserna da cidade de Rendsburg, e que as autoridades tinham conhecimento do fato desde janeiro."Estamos investigando o incidente", disse o porta-voz do Exército, Florian Naggies. Ele não identificou o soldado, nem o instrutor, que aparecem em uniformes camuflados.O instrutor diz ao soldado: "Você está no Bronx. Uma van preta parou na sua frente. Três afro-americanos estão saindo e insultando sua mãe das piores formas... Aja".O soldado dispara a metralhadora e grita um palavrão, repetidas vezes, em inglês. O instrutor diz ao soldado para praguejar ainda mais alto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.