Vídeo mostra suspeito de complô contra Evo

A polícia boliviana apresentou ontem um vídeo em que o suposto mercenário Eduardo Rózsa Flores discute um plano para assassinar o presidente Evo Morales. No vídeo de quase três minutos Rózsa Flores conversa com o húngaro-croata Arpád Magyarosi e o irlandês Michael Dwyer sobre um atentado que explodiria um barco no qual estariam o presidente e seu gabinete. Flores foi morto pela polícia no dia 16, na capital do Departamento (Estado) de Santa Cruz, com os outros dois supostos mercenários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.