Vietnamita é condenada à morte por caso de corrupção

Uma mulher foi condenada à morte e um funcionário público à prisão perpétua num caso de corrupção imobiliária, informou nesta quarta-feira uma fonte do tribunal. Bui Hoang Danh, juiz do Tribunal Popular de Cidade Ho Chi Minh (antiga Saigon), explicou que a mulher adquiriu em 2000 uma propriedade de 10 hectares de solo agrícola no distrito de Go Vap. Depois vendeu os terrenos como se fossem residenciais a uma imobiliária, para ter um lucro de cerca de US$ 1,04 milhão.O chefe do distrito, Tran Kim Long, deu o sinal verde para a operação em troca de uma comissão de US$ 34mil e por isso passará o resto de sua vida na prisão, disse o juiz. Outros cinco cúmplices receberam sentenças de 5 a 22 anos de prisão. A corrupção no setor é cada vez mais freqüente no Vietnã. Camponeses denunciam que funcionários corruptos tiram suas terras. A Assembléia Nacional recebe de 15 a 17 mil queixas por ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.