Hannah McKay / Reuters
Hannah McKay / Reuters

Vietnamitas somem e famílias temem que tenham morrido em caminhão em Londres; veja quem são

‘Estou morrendo porque não consigo respirar’ foi a última mensagem recebida pela família de Pham Thi Tra My horas antes de encontrarem o veículo

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2019 | 11h29

HANÓI - Famílias de cidadãos do Vietnã que desapareceram no Reino Unido temem que eles estejam entre os 39 mortos encontrados em um caminhão no lestes de Londres no dia 23.

As autoridades vietnamitas colheram amostras de DNA dos parentes, enquanto os investigadores britânicos tentam determinar a real identidade das vítimas.

Inicialmente, as autoridades acreditavam que todos os mortos eram chineses, mas depois disseram que não era possível confirmar a informação. Veja abaixo quem são os desaparecidos.

Hoang Van Tiep, 18 anos

Ele é oriundo do distrito de Dien Chau, na Província de Nghe An. Depois de abandonar seus estudos na escola, disse à família que queria trabalhar no exterior, em vez de permanecer como um pescador em sua terra natal. Hoang deixou o Vietnã com seu primo Nguyen Van Hung rumo à França, onde trabalhou como lavador de pratos.

No dia 21, escreveu aos parentes pedindo que eles lhe mandassem US$ 13 mil para pagar alguns traficantes de pessoas que deveriam levá-lo ao Reino Unido. Foi a última vez que a família falou com ele. Hoang não levava mais que US$ 550 em sua carteira. A família acredita que ele entrou no caminhão com seu primo, que também está desaparecido.

Nguyen Van Hung, 33 anos

Também do distrito de Dien Chau. Visando chegar ao Reino Unido, conseguiu um passaporte falso em 2018, ano em que deixou o Vietnã sem avisar a família. Passou pela Rússia e chegou à França.

Telefonou para seus pais no dia 21 para pedir dinheiro para viajar ao Reino Unido, e disse que não levava nada consigo além da roupa do corpo.

Pham Thi Tra My, 26 anos

Oriundo do distrito de Can Loc, na Província de Ha Tinh, ele disse à mãe, em sua última mensagem: “Sinto muito, mãe. Minha viagem ao exterior não foi bem-sucedida. Mãe e pai, amo muito vocês. Estou morrendo porque não consigo respirar”. A mensagem foi enviada horas antes de encontrarem o caminhão com os corpos.

Pham deixou sua casa no dia 3 de outubro e parecia estar endividada. “Por favor, tente trabalhar duro para pagar a dívida da mãe, querido”, escreveu ele ao irmão, Pham Manh Cung.

Le Van Ha, 30 anos

Oriundo do distrito de Yen Thanh, na Província de Nghe Anh, ele deixou a mulher e dois filhos para trás e rumou ao Reino Unido, passando pela Europa. O filho mais novo nasceu apenas três meses depois que o pai saiu do país, com o desejo de ganhar dinheiro para manter sua família.

Le foi suspenso da academia de polícia e tentou ganhar a vida com cultivo de arroz e design de interiores, mas acabou desistindo. A última vez que sua família soube dele foi no dia 21, dois dias antes de encontrarem o caminhão. “Estou prestes a entrar em um veículo rumo ao Reino Unido. Entrarei em contato com a família quando chegar”, disse ele ao pai, Le Minh Tuan. 

Bui Thi Nhung, 19 anos

Também oriunda do distrito de Yen Thanh, Bui é ávida usuária do Facebook. Ela deixou sua casa há pouco mais de dois meses com a ilusão de começar uma vida nova no Reino Unido.

Seu perfil no Facebook estava cheio de selfies e imagens de sua viagem pela Europa. Mas a atividade de sua página foi interrompida dois dias antes de encontrarem o caminhão.

Nguyen Dinh Luong, 20 anos

Oriundo de Can Loc, Nguyen tem sete irmãos e mora na França desde 2018, onde trabalha como garçom. Há algumas semanas, telefonou para a família para avisar que iria se mudar para o Reino Unido para trabalhar.

Um parente publicou nas redes sociais uma mensagem após o desaparecimento de Nguyen. “Aparência: 1,62 m, cerca de 58 kg. Tem uma tatuagem no braço esquerdo”, indicava o aviso publicado na página do Facebook de um salão de beleza britânico.

Bui Phan Thang, 37 anos

Natural do distrito de Hong Linh, na Província de Ha Tinh, Bui fazia sua segunda viagem ao exterior por motivo de trabalho, após passar um tempo em Taiwan há alguns anos.

Tinha três filhos e entrou em contato com a família pela última vez no dia 21, quando disse que iria sair para comprar verduras. “Meu marido é um homem muito bom. Não fuma, não bebe. Sempre cuida de nós”, disse a mulher dele, Nguyen Anh Hong.

Nguyen Huy Hung, 15 anos

Oriundo do distrito de Nghi Xuan, na Província de Ha Tinh, Nguyen deixou seu povoado rumo ao Reino Unido para se encontrar com seus pais, que vivem lá.

A irmã de Nguyen, que mora na Coreia do Sul, publicou no Facebook que o irmão pequeno havia desaparecido e acreditava que ele poderia estar no caminhão.

Nguyen Dinh Tu, 27 anos

Natural de Yen Thanh, Nguyen é um ex-soldado militar. Acredita-se que ele viajou da Alemanha ao Reino Unido, onde planejava se encontrar com seu sogro, que o ajudou a organizar a viagem.

Vo Ngoc Nam, 28 anos

Oriundo de Yen Thanh, Vo trabalhou por alguns meses na Romênia antes de seguir rumo ao Reino Unido. A família deixou de ter notícias dele poucos dias antes de o caminhão ser encontrado. / AFP

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.