Vila no Camboja enfrenta surto de HIV

O número de casos de HIV confirmados decorrentes de uma infecção em massa em uma parte remota do noroeste do Camboja já chega a 140 e pode crescer ainda mais.

Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2014 | 20h29

Autoridades locais dizem que um médico sem licença que trabalhava na área há mais de duas décadas está sendo mantido sob custódia pela polícia. Os investigadores acreditam que ele tenha espalhado o vírus acidentalmente com o uso de agulhas contaminadas.

"É possível que haja mais casos, já que recebemos mais amostras para testes", disse o diretor do Instituto Pasteur local, Didier Fontenille. Equipes médicas da Organização Mundial da Saúde (OMS) viajaram à vila de Roka para analisar a situação. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
CambojaHIV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.