Violência causa 18 mortos na Caxemira

Explosões e conflitos entre forças indianas e supostos guerrilheiros islâmicos deixaram hoje pelo menos 18 mortos na disputada região da Caxemira. Em Pelhu Kulgam, a 80 km ao sul de Srinagar, capital de verão do Estado Jammu-Caxemira, pelo menos quatro soldados indianos foram assassinados e outros quatro ficaram feridos quando o veículo que os transportava foi destruído na explosão de uma mina terrestre detonada por controle remoto. Na cidade de Anantnag, a 55 km da capital, um civil foi morto e outros 19 ficaram feridos na explosão de uma granada jogada por militantes. Em Kupwara, a 110 km ao norte de Srinagar, três civis e um militante morreram durante conflitos. Em outros dois incidentes, oito supostos guerrilheiros islâmicos foram assassinados por tropas e um policial foi morto a tiros por um pistoleiro não identificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.