Violência continua em Gaza apesar do cessar-fogo

O novo acordo de cessar-fogo acertado na sexta-feira entre o movimento nacionalista palestino Fatah e o islâmico Hamas não impediu novos confrontos entre as facções nas ruas de Gaza, por enquanto sem causar mortes.Durante a noite, forças do Fatah atacaram o Ministério da Agricultura. O ministro Mohammed al-Agha informou que foram levados computadores e documentos.Como nos dias anteriores, houve tiros em torno da Universidade Islâmica, reduto do Hamas, e do quartel-general da Segurança Nacional, símbolo do poder do Fatah.Por enquanto, segundo fontes hospitalares, cinco pessoas foram feridas: quatro civis e um membro da Segurança Nacional.A má vontade diante do acordo ficou evidente já no início de uma das reuniões de ontem à noite entre as facções para acertar a forma de aplicar o cessar-fogo. Desconhecidos atiraram no carro do chefe da delegação egípcia, Burhan Hamad, intermediário nas negociações.A delegação do Fatah também foi recebida a tiros e oito pessoas ficaram feridas, segundo fontes de segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.