Violência deixa 100 iraquianos e 20 americanos mortos

Forças da coalizão que ocupa o Iraque lutaram em duas frentes hoje, tentando abafar um levante xiita radical no sul do país e sufocar a guerrilha sunita na cidade de Faluja. Desde o fim de semana, já foram mortos 100 iraquianos e 20 americanos.Seguidores do líder xiita radical Muqtada al-Sadr atacaram tropas da coalizão em três cidades - italianos em Nassíria, britânicos em Samawah e ucranianos em Kut - depois de um final de semana violento no bairro de Sadr City, em Bagdá.Entre os americanos mortos há cinco fuzileiros que lutavam em Faluja, cidade na qual as forças dos EUA tentaram entrar para acabar com a guerrilha sunita leal ao ex-ditador Saddam Hussein. Os fuzileiros recuaram para a periferia da cidade ao anoitecer desta terça-feira. Já o líder xiita Al-Sadr deixou sua fortaleza na cidade de Kufa e se mudou para um escritório perto de um santuário, prometendo derramar ?o próprio sangue? para expulsar os americanos do país. O clérigo é apoiado por uma minoria radical dentro da maioria xiita do Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.