Violência deixa mais 15 mortos na Chechênia

Um tiroteio com rebeldes emum mercado de Grozny causou a morte de dois policiais e de umapedestre em um dia de persistente violência na conturbadarepública da Chechênia, que terminou com 15 mortos e 20 feridos,informou hoje uma fonte ligada à administraçãochechena pró-Rússia. Dois comboios militares foram atacados nas últimas 24 horas.Nos ataques, morreram cinco soldados russos e quatro policiaischechenos. Doze pessoas ficaram feridas, disse a fonte. Emoutros 19 ataques contra postos militares russos, cinco soldadosforam mortos e sete ficaram feridos, prosseguiu o funcionário. O tiroteio no supermercado ocorreu ontem. Os agressoresroubaram as armas e os documentos dos policiais mortos e fugiram, detalhou a fonte. Uma unidade da polícia em outra parte deGrozny foi atacada e dois policiais morreram. É desconhecido o número de baixas entre os rebeldesseparatistas chechenos. Em Moscou, o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Ivanov, inspecionou a primeira divisão de soldados profissionais. Apartir de 2004, afirmou o ministro, todas as unidades russasenviadas à Chechênia serão compostas somente por voluntários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.