Violência deixa nove mortos na Caxemira indiana

Nove pessoas morreram neste sábado na porção da Caxemira controlada pela Índia em episódios de violência envolvendo supostos guerrilheiros separatistas islâmicos, informou a polícia local. Três dos supostos militantes islâmicos morreram num choque com soldados indianos na manhã de hoje perto de povoado de Bafliaz, revelaram fontes policiais.Sob condição de anonimato, as fontes revelaram que os três são cidadãos paquistaneses pertencentes ao grupo Lashkar-e-Tayyaba, uma das diversas organizações que desde 1989 lutam pelo controle da região, reivindicada tanto pela Índia quanto pelo Paquistão.Outro choque no mesmo distrito resultou na morte de mais três supostos militantes islâmicos e de um soldado indiano. O terceiro incidente violento deste sábado na província himalaia ocorreu quando homens armados entraram numa casa no povoado de Haribudda e mataram duas pessoas, acrescentou a polícia. Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques até este momento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.