Violência marca protestos contra G-20 em Toronto

Manifestantes em protesto contra o G-20 e a polícia canadense abandonaram o tom pacífico neste sábado, transformando a marcha em evento violento. Há pouco, manifestantes atearam fogo a um carro de polícia, na esquina entre as ruas King e Bay, no centro da cidade. Há ainda notícias de vandalismo.

LUCIANA XAVIER, Agência Estado

26 de junho de 2010 | 17h41

Desde ontem, a maioria das lojas da cidade está fechada, uma medida preventiva de segurança por causa do encontro do G-20. Segundo um canal de TV local, cerca de 10 mil pessoas participam do movimento. Até o momento, não há relatos de feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoG-20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.