Violência mata 7 e fecha ponte na fronteira com os EUA

Grupo armado roubou equipamentos de vídeo e incendiou estabelecimentos comerciais

Efe,

25 de abril de 2010 | 06h43

CIDADE DO MÉXICO - Pelo menos sete pessoas morreram no sábado, 24, no estado mexicano de Tamaulipas, nordeste do país, onde além disso uma ponte internacional foi fechada e dois estabelecimentos comerciais incendiados em vários atos violentos, informaram fontes oficiais.

O Governo de Tamaulipas, através do Centro de Informação Oportuna, informou que no incidente mais grave, ocorrido no povoado Rancherías, do município de Camargo, foram localizados três corpos crivados de balas.

Nesse mesmo local um comando armado realizou de manhã disparos e danificou as instalações da Alfândega.

Fontes do serviço de alfândegas da região informaram que o grupo armado, em sua ação, roubou os equipamentos de vídeo do ponto de cruzamento, o dinheiro da cobrança dos pedágios e danificou outras instalações, o que obrigou o fechamento pr várias horas da fronteira nesse ponto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.