Violência mata 7 na Síria nesta quinta, dizem ativistas

A onda de violência na Síria deixou ao menos sete mortos nesta quinta-feira, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2012 | 10h41

Ontem, foram registradas 148 mortes, 77 de civis, em um dos dias mais sangrentos desde março do ano passado, quando teve início o levante popular contra o presidente sírio Bashar Assad, afirmou o grupo ativista.

A matança gerou protestos durante a madrugada em várias cidades, incluindo a capital, Damasco, e a segunda maior cidade do país, Aleppo, segundo os comitês de coordenação locais, que organizam as manifestações.

Dados do Observatório indicam que mais de 15,8 mil pessoas morreram desde o início do conflito sírio.

Explosão

Uma forte explosão abalou Damasco hoje, deixando pelo menos três feridos. O ataque ocorreu perto de um mercado movimentado e do prédio do principal tribunal do país.

No sábado, 30, representantes das potências mundiais vão se reunir em Genebra para discutir a questão síria. As informações são da Dow Jones e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.