Violência na Irlanda do Norte deixa 12 policiais feridos

Doze policiais ficaram feridos e duas pessoas foram presas ao fim do terceiro dia de violência entre manifestantes católicos e protestantes ao norte de Belfast, capital da província britânica da Irlanda do Norte. Autoridades informaram que 12 oficiais da polícia local foram transferidos para um hospital nas proximidades de Limestone Road, ao norte de Belfast, após serem feridos em meio um violento confronto entre manifestantes protestantes e católicos. No domingo à noite, membros das duas facções atiraram bombas caseiras, garrafas e objetos contundentes contra os agentes de segurança destacados para conter os manifestantes, dois dos quais foram presos. Um bombeiro também ficou ferido e precisou ser hospitalizado, após tentar conter o fogo na área residencial de Grosvenor Road, a poucos metros do foco de violência. A onda de conflitos entre protestantes e católicos começou na sexta-feira à noite. Na semana passada, um jovem protestante de 16 anos, Glen Hugh Branagh, perdeu a vida horas após a explosão de uma bomba caseira que ele levava para atirar contra um grupo de católicos da Mountcollyer Avenue, uma zona conhecida por acolher moradores católicos e protestantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.