Violência na Nigéria desloca 90 mil pessoas, diz governo

Confrontos entre cristão e muçulmanos ocorrem por todo o país africano

Agência Estado

28 de dezembro de 2011 | 14h36

KANO - Os violentos confrontos entre radicais islâmicos e forças de segurança na semana passada forçaram o deslocamento de cerca de 90 mil pessoas na cidade de Damaturu, no nordeste da Nigéria, disse nesta quarta-feira, 28, Ibrahim Farinloye, coordenador da agência nacional de emergências para o nordeste do país.

 

Veja também:

linkBomba caseira fere seis em escola islâmica

 

"Temos até o momento uma estimativa de 90 mil pessoas deslocadas pela violência em Damaturu", afirmou. "Deste total, cerca de 40 mil são da área de Pompomari, onde todo o bairro foi abandonado. Alguns dos deslocados perderam suas casas, enquanto outros apenas fugiram buscando segurança."

 

Uma forte violência teve início em Damaturu na semana passada, quando membros suspeitos do grupo islâmico Boko Haram realizaram ataques com subsequente repressão militar. Um grupo de direitos humanos e uma fonte da polícia afirmaram que mais de cem pessoas podem ter morrido nesse episódio. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
NigériadeslocadosviolênciaÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.