Violência na Síria deixa 13 mortos hoje e 91 no domingo

A onda de violência na Síria causou pelo menos 13 mortes nesta segunda-feira, à medida que o exército atacava várias cidades na tentativa de recuperar território perdido para grupos rebeldes, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, uma organização não-governamental (ONG) com sede em Londres.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2012 | 11h05

Pelo menos 11 dos mortos eram civis, com a maior parte dos óbitos ocorrida na província de Idlib, onde graves combates ocorriam entre rebeldes e soldados, relatou a ONG.

No domingo, o número de mortos pela violência em todo o país chegou a 91, incluindo 59 civis, segundo a ONG.

A entidade afirma que mais de 15 mil pessoas, a maioria civis, foram mortas na Síria desde março do ano passado, quando irrompeu o levante popular contra o presidente Bashar Assad, cuja família controla o país há mais de quatro décadas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.