Violência no Iraque deixa 17 mortos nesta quarta-feira

Cinco policiais iraquianos morreram nesta quarta-feira, vítimas de um atentado suicida contra uma delegacia na província de Salahedin, 175 quilômetros ao norte de Bagdá. "Um terrorista suicida lançou um carro-bomba contra a entrada de uma delegacia a leste da cidade de Tikrit e matou cinco policiais, ferindo outros seis", disseram fontes policiais. Também foram mortos nesta quarta-feira dois agentes policiais, em um ataque a um posto de controle, ao sul da cidade de Samarra, 125 quilômetros ao norte de Bagdá. A polícia local explicou que cerca de 20 pistoleiros atacaram o local, mataram dois agentes e depois roubaram as armas. As autoridades declararam o toque de recolher na cidade. Forças de coalizão As forças de coalizão norte-americanas deixaram duas mulheres iraquiana mortas nesta quarta-feira, após um ataque aéreo em uma cidade ao norte de Baqouba, confirmaram fontes militares. A ação elevou para sete o número de iraquianas mortas em ataques norte-americanos nos últimos dois dias. O comando das forças de coalizão afirmou que o ataque ocorrido na manhã desta quarta-feira foi motivado por denúncias de que no local estava abrigado um grupo conhecido de insurgentes. Além das iraquianas, foram mortos também oito supostos membros da Al-Qaeda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.