Violência no Iraque deixa 25 mortos e 50 feridos

A violência no Iraque deixou hoje pelo menos 25 mortos e 50 feridos em dois atentados suicidas e um ataque a tiros, informou a polícia. Os incidentes ocorreram em Bagdá e em Wajihiyah, 97 quilômetros ao norte da capital. Os atentados foram cometidos por suicidas com explosivos contra fiéis xiitas que saíam das orações matutinas em duas mesquitas em Bagdá. As explosões mataram 19 pessoas e feriram 50. No tiroteio, vários homens armados mataram seis pessoas que viajavam em um microônibus em Wajihiyah. As vítimas eram duas crianças, três mulheres e um homem, informou a polícia na província de Diyala. Outra mulher e seu filho ficaram feridos.As explosões em Bagdá ocorreram enquanto os fiéis xiitas celebravam a festividade religiosa do Eid al-Fitr, que representa o fim do mês de jejum do Ramadã. Nenhum grupo se responsabilizou pelos atentados, mas os ataques contra os civis xiitas geralmente são atribuídos ao grupo Al-Qaeda no Iraque, com a aparente intenção de reavivar o conflito sectário que pôs o Iraque à beira de uma guerra civil há dois anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.