Violência no Iraque faz 30 vítimas fatais

A explosão de uma bomba dentro de um ônibus público em Bagdá matou quatro pessoas e feriu 11, elevando para 30 o número de pessoas mortas neste sábado no Iraque, informaram fontes da polícia. Segundo elas, a bomba foi abandonada dentro do ônibus por um homem que saiu do veículo antes da detonação.Em um outro ataque, quatro policiais ficaram feridos na explosão de uma bomba após a passagem da patrulha na qual viajavam, no bairro de Al-Gadir, no leste de Bagdá.Com estes ataques, já são seis os contabilizados neste sábado apenas na capital, quando se completa o quarto dia da entrada em vigor do plano de segurança "Avancemos juntos para frente", lançado pelo Governo do xiita Nour al-Maliki, para acabar com a violência na capital e seus arredores.Dia violento O sábado começou violento no Iraque. Explosões quase simultâneas de três carros-bomba, dois em Bagdá e um na localidade de Al Mahmudiya, a 30 quilômetros da capital iraquiana, deixaram um total de 17 mortos, entre eles, 16 civis, e 26 feridos. Em um outro ataque, quinze minutos depois, um motorista suicida lançou seu carro carregado de explosivos contra uma patrulha das forças de segurança no centro de Bagdá, matando um militar e três policiais. E mais um atentado com carro-bomba, em Al Mahmudya, matou pelo menos cinco civis e feriu outros seis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.