Violência no sul do Iêmen deixa 2 mortos

Duas pessoas foram mortas e nove ficaram feridas em confrontos no sul do Iêmen, afirmaram funcionários do setor de segurança hoje. Soldados mataram um homem armado que tentava lançar uma granada em um hotel e feriram outro na cidade portuária de Áden.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2011 | 10h19

Cinco soldados foram feridos por uma granada em um ataque separado, contra membros das forças de segurança que guardavam a sede do Banco Central na cidade, informou uma segunda fonte do setor de segurança.

Um soldado foi morto e outro ficou ferido na província de Lahij, em um confronto com membros de tribos que queriam a saída do Exército da região. Em Zinjibar, capital da província de Abyan, supostos membros da Al-Qaeda feriram dois soldados em uma sede do setor de inteligência.

Episódios de violência ocorrem quase todos os dias no sul do Iêmen, um dos centros dos protestos contra o presidente Ali Abdullah Saleh, que está há 32 anos no poder. Desde janeiro, Saleh enfrenta manifestações pedindo sua renúncia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmenprotestosmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.