Violência religiosa deixa mais quatro mortos na Índia

Choques noturnos entre hindus e muçulmanos deixaram um saldo de pelo menos quatro mortos e 20 feridos em Ahmadabad, capital do Estado de Gujarat, informou hoje a polícia. Os conflitos ocorreram um dia depois de o primeiro-ministro indiano, Atal Bihari Vajpayee, ter realizado uma visita ao Estado, onde 823 pessoas já morreram em conseqüência da violência religiosa, nas últimas cinco semanas.

Agencia Estado,

06 de abril de 2002 | 14h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.