Violência religiosa deixa mais quatro mortos na Índia

Choques noturnos entre hindus e muçulmanos deixaram um saldo de pelo menos quatro mortos e 20 feridos em Ahmadabad, capital do Estado de Gujarat, informou hoje a polícia. Os conflitos ocorreram um dia depois de o primeiro-ministro indiano, Atal Bihari Vajpayee, ter realizado uma visita ao Estado, onde 823 pessoas já morreram em conseqüência da violência religiosa, nas últimas cinco semanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.