Violência separatista deixa 9 mortos na Indonésia

Pelo menos nove pessoas morreram em violentos protestos separatistas na província indonésia de Aceh, no extremo norte da ilha de Sumatra, informaram neste domingo, fontes policiais e militares. De acordo com o tenente-coronel Supartodi, porta-voz militar, na sexta-feira tropas do governo mataram a tiros quatro rebeldes numa operação no distrito de Pidie, 150 quilômetros a leste de Banda Aceh, capital da província. Ainda na sexta-feira, dois policiais e três civis morreram quando rebeldes emboscaram uma patrulha de segurança no sul da província. O Movimento Aceh Livre, que luta pela independência da província de Aceh, existe desde 1975. Desde o início de 2001, pelo menos 1,2 mil pessoas já morreram por causa das atividades do movimento. A província de Aceh tem quatro milhões de habitantes.

Agencia Estado,

14 Outubro 2001 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.