Violência toma conta da Esplanada das Mesquitas

Centenas de islâmicos devotos atiraram pedras e entraram em choque com a polícia nesta sexta-feira por causa de uma polêmica reforma promovida pelo governo de Israel na Esplanada das Mesquitas, um local de Jerusalém considerado sagrado por judeus e muçulmanos.A polícia enviou reforço de 200 agentes em uma tentativa de dispersar os indignados manifestantes muçulmanos, disse Micky Rosenfeld, porta-voz da polícia israelense. De acordo com testemunhas, os policiais lançaram bombas de efeito moral no local.Em meio aos confrontos, dezenas de manifestantes correram para o interior da mesquita de Al-Aqsa, considerada o terceiro local mais sagrado do mundo para os muçulmanos. Não há informações disponíveis sobre eventuais vítimas da violência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.